Você está aqui

E.E. Bibliotecária Maria Antonieta Ferraz

cidade: São Paulo, SP

Nº de alunos: 1000

Mídias sociais

Percurso I > Tarefa 4

A história coletiva

A Historia Coletiva ( tarefa 4)

Maio 25, 2018

4-HISTÓRIA DE NOSSA ESCOLA / APOIO DOS FUNCIONÁRIOS DA ESCOLA : A maior motivação para essa atividade , foi a oportunidade de saber um pouco mais sobre a escola que estudam e a convivência com funcionários que estudaram e trabalham ainda nessa mesma Unidade Escolar.

NOSSA ESCOLA

 

Somos um grupo de alunos da escola Maria Antonieta Ferraz - Bibliotecária, e vamos falar um pouco sobre nosso ambiente de estudo, quando e por quem foi fundada.

Nossa escola foi fundada no ano de 1985 pelo governador André Franco Montoro. O nome da nossa escola é uma homenagem a Maria Antonieta Ferraz, Professora de Biblioteconomia na Universidade de São Paulo (USP).

Nossa escola atende o ensino Fundamental II, Ensino Médio e o Eja, somos cerca de 1000 alunos em todos os períodos, pela manhã atendemos o Ensino Médio, à tarde o Fundamental II e à noite ensino médio e Eja. Atualmente a nossa gestão escolar é formada pela Diretora Gesivania Brito Pais (mais conhecida como Amada), vice-diretora Cleusa Dias Limiro, coordenadora Paola Lourenço Santos e Mediadora Neide Pereira. Esse ano o nosso projeto anual é o Renascendo o Samba, e temos outros projetos como o Bullying, TCC e Cinema em Movimento. Temos a sala de leitura, Sala de vídeo, sala de informática e laboratório. Fazemos ações nas datas comemorativas como o chá das mães em homenagem ao dia das mães, a festa junina e Halloween.

A escola foi inaugurada com o nome de E.E. Conjunto Habitacional Santa Etelvina III, as turmas iniciais iam até a 8°Série e o diretor era o senhor José Carlos. OS alunos que frequentavam essa escola eram novos no bairro, muitos deles viviam em situação precária, pois o bairro Cidade Tiradentes foi criado com o intuito de propor moradia para pessoas que moravam em ocupações em terrenos da prefeitura ou áreas de risco nas periferias de São Paulo.

“A Cidade Tiradentes tem crescido a cada dia que se passa levando este local de um bairro a quase uma cidade pois temos diversas culturas, atividades diferenciadas e diversidade de gêneros e cada um deles interagem em grande harmonia”.

                                                                                   Daniel, inspetor da escola

Estamos no projeto da rede escolaí desde 2014, veio para potencializar as ações da escola e fazer com que a comunidade esteja mais próxima e mais interada com a escola. A rede escolaí promove oficinais bem legais como a oficina de comunicação que também compartilha saberes.

Fotos